Políticas de catalogação em bibliotecas de ensino superior de Florianópolis

Imagem: Pexels.

A revista Biblios publicou em seu volume 69 o artigo Análise das políticas institucionais de catalogação em bibliotecas de ensino superior de Florianópolis (Santa Catarina, Brasil), de autoria de Priscilla Lüdtke Espíndola e Ana Maria Pereira.

Objetivo. A presente pesquisa possui como objetivo geral verificar se as Bibliotecas de Ensino Superior (BES), situadas no município de Florianópolis (Santa Catarina, Brasil), possuem políticas institucionais formalizadas para guiar seus processos de catalogação.

Método.
 A metodologia empregada foi de caráter exploratório, do tipo documental, com abordagem qualiquantitativa. Para coleta de dados, foram realizados o levantamento em sites institucionais e a investigação nas BES, por meio de telefone e/ou e-mail. A análise dos dados foi concretizada por meio da análise documental, com roteiro previamente definido.

Resultados. Como resultado, constatou-se que nenhuma das BES estudadas apresenta Políticas Institucionais de Catalogação, uma vez que os documentos disponibilizados não possuem os requisitos mínimos necessários para serem caracterizados como tal; no entanto, apresentam alguns itens que devem constar nas Políticas Institucionais de Catalogação, tais como: indicativo de data de elaboração; diretrizes para controle de autoridades; e indicação de regras e/ou de instrumentos auxiliares adotados.

O artigo completo está disponível em: https://doi.org/10.5195/biblios.2017.462

Receba os novos posts por e-mail

Autor: Fabrício Assumpção

Bacharel em Biblioteconomia. Doutorando em Ciência da Informação na UNESP.

Um comentário em “Políticas de catalogação em bibliotecas de ensino superior de Florianópolis”

  1. Bom para comprovar. Mas empiricamente, e na prática, ja sabido e vivenciado. Porque as empresas e até as bibliotecas no Brasil não adotam a escrita de seus métodos e procedimentos? Estamos ainda na sociedade pré-escrita?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.