Declaração dos Princípios Internacionais de Catalogação

Foi disponibilizada no site da IFLA a tradução brasileira da Declaração dos Princípios Internacionais de Catalogação, versão de 2016.

A Declaração dos Princípios original, conhecida comumente como os “Princípios de Paris”, foi aprovada pela Conferência Internacional sobre Princípios de Catalogação, em 1961”. Seu objetivo de servir como base para a normalização internacional da catalogação foi alcançado: a maioria dos códigos de catalogação que se desenvolveram no mundo desde então seguiram estritamente os Princípios ou, ao menos, em grande parte.
[…]
No início do Século XXI, a IFLA produziu uma nova declaração dos princípios (publicada em 2009), aplicável fundamentalmente, mas não unicamente, aos catálogos on-line das bibliotecas. A versão atual foi revisada e atualizada em 2014 e 2015, sendo aprovada em 2016.
[…]
Esta edição de 2016 leva em consideração as novas categorias de usuários, o entorno do acesso aberto, a interoperabilidade e acessibilidade aos dados, as características das ferramentas de descobertas e, em geral, as significativas mudanças no comportamento dos usuários.

Declaração dos Princípios Internacionais de Catalogação (PIC) (2016, p. 4)

A tradução foi realizada por Marcelo Votto Texeira e revisada por Jorge Moisés Kroll do Prado.

A tradução está disponível em: https://www.ifla.org/publications/node/11015