Interoperabilidade entre acervos de arquivos, bibliotecas e museus

Interoperabilidade entre acervos digitais de arquivos, bibliotecas e museus: potencialidades das tecnologias de dados abertos interligados

A revista Perspectivas em Ciência da Informação publicou em seu volume 21, número 2, o artigo Interoperabilidade entre acervos digitais de arquivos, bibliotecas e museus: potencialidades das tecnologias de dados abertos interligados, de autoria de Carlos Henrique Marcondes.

A Web Semântica e os dados abertos interligados propiciaram a publicação de acervos digitais de arquivos, bibliotecas e museus diretamente na Web sem a intermediação de sistemas gerenciadores de catálogos e colocou a questão da integração destes acervos, sua interoperabilidade. Neste contexto ampliam-se as demandas pela preservação da semântica dos conteúdos disponibilizados, garantida anteriormente pelos sistemas de catálogos. Ao mesmo tempo estas tecnologias viabilizam novos tipos de relações culturamente significativas podem ser estabelecidas entre objetos de diferentes catálogos. Que desenvolvimentos tecnológicos e metodológicos são necessários para tirar partido destas tecnologias? Este trabalho tem como objetivo recolocar a questão da interoperabilidade entre acervos digitais a luz das possibilidades trazidas pelas tecnologias da Web Semântica e dos dados abertos interligados. Como metodologia foi utilizada a revisão do estado da arte – aspectos teóricos, técnicos, projetos, experiências – a repeito da questão da interoperabilidade e utilização de parâmetros de análise homogeneidade/heterogeneidade dos acervos a serem integrados e mecanismos para garantir que os significados originais dos conteúdos nos sistemas isolados seriam preservados. Como resultados o papel dos modelos conceituais e a investigação das possíveis relações semânticas entre estes acervos são destacados para alcançar a interoperabilidade, bem como o papel, neste contexto, da curadoria digital.

O artigo completo está disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1981-5344/2735

Receba os novos posts por e-mail

Artigos: Interoperabilidade global e linked data em bibliotecas

Italian Journal of Library and Information Science

O volume 4, número 1, do Italian Journal of Library and Information Science, publicado em  janeiro de 2013, traz alguns dos trabalhos apresentados durante o seminário Global Interoperability and Linked Data in Libraries, realizado em 18 e 19 de junho de 2012 na University of Florence.

Os 27 artigos desse número estão divididos em três seções: Linked data como um novo paradigma da interconexão de dados, Publicação de vocabulários e padrões em linked data e Em direção à Web dos Dados: aplicações e experiências.

Alguns dos artigos são:

Os artigos, disponíveis em inglês e em italiano, podem ser acessados em Italian Journal of Library and Information Science, v. 4, n. 1, 2013.

A nova estrutura bibliográfica: BIBFRAME

Library of Congress

Na última sexta-feira, 23 de novembro de 2012, a Library of Congress divulgou o relatório “Bibliographic Framework as a Web of Data: Linked Data Model and Supporting Services“. O relatório traz informações sobre a Bibliographic Framework Initiative, oficialmente iniciada em maio de 2011.

O novo e proposto modelo é simplesmente chamado de BIBFRAME, contração de Bibliographic Framework (Estrutura Bibliográfica). O novo modelo é mais que um mero substituto para o atual modelo/formato MARC utilizado na comunidade de bibliotecas. É uma fundamentação para o futuro da descrição bibliográfica que acontece sobre, na e como parte da web e do mundo em rede em que vivemos. Ele é projetado para integrar a e engajar-se na ampla comunidade de informação, ao mesmo tempo servindo as necessidades muito específicas de sua comunidade mantenedora – bibliotecas e organizações de memória similares. Ele realizará esses objetivos de vários modos:

1. Diferenciando claramente o conteúdo conceitual de sua(s) manifestação(ões) física(s) (por exemplo, obras e instâncias);

2. Focando na identificação não ambígua de entidades informacionais (por exemplo, autoridades);

3. Potencializando e expondo os relacionamentos entre entidades.

O relatório completo está disponível aqui. Outras informações sobre a Bibliographic Framework Transition Initiative podem ser obtidas em loc.gov/marc/transition.