AACR2, MARC 21 e controle de autoridade: um guia de estudo

Olá! 

Desde 2013, quando iniciei meu primeiro curso online, tenho elaborado materiais didáticos voltados ao ensino de alguns dos temas da Catalogação. Hoje, depois de uma série de revisões e melhorias, disponibilizo gratuitamente este guia de estudo contendo os três principais capítulos que desenvolvi neste período:

      1. Código de Catalogação Anglo-Americano (AACR2)
      2. Formato MARC 21 para Dados Bibliográficos
      3. Controle de autoridade

Ao redigir este guia, tentei estabelecer uma conversa com o leitor, apresentando os conteúdos como se estivéssemos em uma aula. Desenvolvi essa conversa a partir de três competências que considero essenciais aos catalogadores: saber o porquê do fazer, saber fazer e saber avaliar o que foi feito.

Embora esteja direcionado aos catalogadores, aos alunos e aos docentes de cursos de graduação, espero que este guia seja útil também aos profissionais que se arriscam esporadicamente no mundo da Catalogação.

Ao explicar o AACR2r e os Formatos MARC 21 para Dados Bibliográficos e de Autoridade, busco sintetizar as regras, campos e subcampos essenciais, de forma alguma dispensando à consulta ao Código e à documentação oficial dos Formatos.

Este guia de estudo, que inclui textos e vídeos, teve sua última utilização em 2018, tendo sido reformatado para disponibilização em abril de 2020. Ao longo dos vídeos, se encontrar menções aos exercícios dos cursos que ministrei, desconsidere-as. Se você tiver alguma sugestão, ou se encontrar erros, por favor, deixe um comentário nesta página.

Bons estudos!
Fabrício Silva Assumpção

Como referenciar:

ASSUMPÇÃO, Fabrício Silva. AACR2, MARC 21 e controle de autoridade: um guia de estudo. Florianópolis, 2020. Disponível em: https://fabricioassumpcao.com/guia-de-estudo.

Este guia de estudo está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: Informação e documentação – Referências – Elaboração. Rio de Janeiro, 2002.

ASSUMPÇÃO, Fabrício Silva. Modelo para a publicação de dados de autoridade como Linked Data. 208 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/152759. Acesso em: 01 abr. 2020.

BURGER, R. H. Authority work: the creation, use, maintenance, and evaluation of authority records and files. Littleton: Libraries Unlimited, 1985.

CHAN, L. M. Cataloguing and classification: an introduction. 2nd ed. New York: McGraw-Hill, 1994.

CÓDIGO de catalogação anglo-americano. 2. ed., rev. 2002. São Paulo: FEBAB, 2004.

CONSELHO FEDERAL DE BIBLIOTECONOMIA. Resolução CFB Nº 184. Diário Oficial da União, Seção 1, p. 180-181, 06 out. 2017. Disponível em: http://repositorio.cfb.org.br/handle/123456789/1298. Acesso em: 11 jul. 2018.

CUTTER, C. A. Rules for a dictionary catalog. 4th ed. rew. Washington, DC: Government Printing Office, 1904.

ESPÍNDOLA, P. L.; PEREIRA, A. M. Análise das políticas institucionais de catalogação em bibliotecas de ensino superior de Florianópolis (Santa Catarina, Brasil). Biblios, Pittsburgh, n. 69, p. 73-86, jan. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.5195/biblios.2017.462. Acesso em: 01 abr. 2020.

ESPÍNDOLA, P. L.; PEREIRA, A. M. Proposta de um modelo para políticas institucionais de catalogação. Revista ACB, Florianópolis, v. 23, n. 1, p. 142-160, mar. 2018. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1400. Acesso em: 01 abr. 2020.

IFLA WORKING GROUP ON FRANAR. Functional Requirements for Authority Data: a conceptual model. Den Haag: IFLA, 2013. Disponível em: http://www.ifla.org/files/assets/cataloguing/frad/frad_2013.pdf. Acesso em: 01 abr. 2020.

IFLA. Statement of International Cataloguing Principles (ICP). Den Haag, 2016. Disponível em: https://www.ifla.org/files/assets/cataloguing/icp/icp_2016-en.pdf. Acesso em: 01 abr. 2020.

JIMÉNEZ PELAYO, J.; GARCÍA BLANCO, R. El catálogo de autoridades: creación y gestión en unidades documentales. Gijón: Trea, 2002.

LIBRARY OF CONGRESS. MARC 21 Format for Authority Data. Washington, D.C., 2018. Disponível em: http://www.loc.gov/marc/authority. Acesso em: 20 jul. 2018.

LIBRARY OF CONGRESS. MARC 21 Format for Bibliographic Data. Washington, D.C., 2018. Disponível em: http://www.loc.gov/marc/bibliographic. Acesso em: 20 jul. 2018.

MAXWELL, R. L. Maxwell’s guide to authority work. Chicago: ALA, 2002.

MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasília: Briquet de Lemos, 1995.

MEY, E. S. A.; SILVEIRA, N. C. Catalogação no plural. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 2009.

TAYLOR, A. G. Introduction to cataloging and classification. 10th ed. Westport: Libraries Unlimited, 2006.

TAYLOR, A. G. The organization of information. 2nd ed. Westport: Libraries Unlimited, 2004.

35 comentários em “AACR2, MARC 21 e controle de autoridade: um guia de estudo”

    1. Parabéns, Nobre Bibliotecário!
      Acredito que conteúdo como esse será de grande importância para todos nós.
      Um abraço paraibano,
      Marcos Paulo Rodrigues

  1. Muito bom seu trabalho. Agradeço a gentileza. Já fiz dois cursos contigo e reconheço em você um grande profissional da área.
    Um abraço,
    Marcileia

  2. Fabrício! I’ve enjoyed the material here.

    What surprises me about testing BIBFRAME now: folks need to have a solid understanding of MARC like you’re presenting here. It’ll never go away.

    Take care,
    Paul

  3. O Fabrício
    Tudo bem?
    Já fiz esse curso com você na ContendMind, porém quis revisar alguns pontos. Você é um dos melhores profissionais que conheço. O seu material é ótimo , muito bem explicado e você tem uma ótima didática.
    Muito obrigada por disponibilizar esse material enriquecedor para nós profissionais da informação.Você tem planos em dar um curso sobre RDA? Quero muito fazer.
    Mais uma vez muito obrigada

  4. Boa tarde,
    Muito obrigada por compartilhar conosco estas informações tão preciosas. Gratidão!! Eu enquanto estudante do curso de Biblioteconomia, quero muito fazer um curso sobre Marc21 para obter mais informações e esses seus arquivos, estão ajudando muito.
    Obrigada,
    Andréia

  5. Prezado
    Iniciativa que merece congratulações. Estamos vivendo um tempo que falta tempo para aprendermos tudo, por isso compartilhar é o verdadeiro golpe de mestre. Parabens

  6. Obrigada por democratizar o acesso a esse material, Fabrício. Extremamente organizado e bem feito. Espero que continue disponível, pois é uma ferramenta muito valiosa para quem, assim como eu, briga com a catalogação rsrsrsrs.

  7. Parabéns, Fabrício Assumpção pelo excelente trabalho! Você conseguiu sintetizar muito bem alguns dos principais entraves da Catalogação – a necessidade de um entendimento sobre os conceitos por trás da simbologia nela aplicada e a importância de uma descrição mais adequada na atual conjuntura informacional, haja vista ao progresso da computação e seus resultados.

    Jorge Barros – UFPE / Bibliotecário-Documentalista / DAQPT (Dpto. de Aquisição e Processo Técnico)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.