Livro “Aplicação do RDA: exemplos práticos para teses e dissertações”

Livro Aplicação do Resource Description and Access (RDA): exemplos práticos para teses e dissertações, de Raquel Bernadete Machado.

Neste mês foi publicado pela editora Interciência o livro Aplicação do Resource Description and Access (RDA): exemplos práticos para teses e dissertações, de autoria de Raquel Bernadete Machado.

Publicada originalmente como dissertação no Mestrado Profissional em Gestão de Unidades de Informação, da Universidade do Estado de Santa Catarina, a presente obra enfoca questões práticas da Biblioteconomia. Este livro é oriundo da prática e do estudo da autora com atividades de catalogação. A ação de catalogar exige domínio dos padrões e das regras da catalogação para que o fazer bibliotecário seja de qualidade. O Resource Description and Access (RDA) é a nova diretriz para a catalogação desenvolvida para substituir o Código de Catalogação Anglo-Americano, segunda edição (AACR2) com a finalidade de melhorar a recuperação da informação. Desse modo, o propósito deste livro é apresentar por meio de exemplos como alguns tipos de registros bibliográficos serão modificados com os padrões do código RDA. O livro está estruturado em duas partes distintas. A primeira apresenta os principais conceitos que circundam o tema desta obra, ou seja, a diretriz RDA e suas origens. Para tanto, é traçado um breve histórico da catalogação, bem como os conceitos-chave, os instrumentos e os modelos conceituais que compõem a base teórica do RDA. A segunda parte mostra alguns exemplos práticos e explica a catalogação de teses e dissertações em RDA e como o novo padrão pode contribuir para atender algumas das tarefas dos usuários de catálogos.

Confira o sumário e outras informações sobre esta obra no site da editora.

Declaração dos Princípios Internacionais de Catalogação

Foi disponibilizada no site da IFLA a tradução brasileira da Declaração dos Princípios Internacionais de Catalogação, versão de 2016.

A Declaração dos Princípios original, conhecida comumente como os “Princípios de Paris”, foi aprovada pela Conferência Internacional sobre Princípios de Catalogação, em 1961”. Seu objetivo de servir como base para a normalização internacional da catalogação foi alcançado: a maioria dos códigos de catalogação que se desenvolveram no mundo desde então seguiram estritamente os Princípios ou, ao menos, em grande parte.
[…]
No início do Século XXI, a IFLA produziu uma nova declaração dos princípios (publicada em 2009), aplicável fundamentalmente, mas não unicamente, aos catálogos on-line das bibliotecas. A versão atual foi revisada e atualizada em 2014 e 2015, sendo aprovada em 2016.
[…]
Esta edição de 2016 leva em consideração as novas categorias de usuários, o entorno do acesso aberto, a interoperabilidade e acessibilidade aos dados, as características das ferramentas de descobertas e, em geral, as significativas mudanças no comportamento dos usuários.

Declaração dos Princípios Internacionais de Catalogação (PIC) (2016, p. 4)

A tradução foi realizada por Marcelo Votto Texeira e revisada por Jorge Moisés Kroll do Prado.

A tradução está disponível em: https://www.ifla.org/publications/node/11015

Trabalhos do EEPC 2017 publicados em texto completo

IV Encontro de Estudos e Pesquisas em Catalogação (EEPC 2017)

Durante o CBBD 2017, realizado em Fortaleza, aconteceu o IV Encontro de Estudos e Pesquisas em Catalogação (EEPC). Alguns dos trabalhos apresentados nesse evento foram publicados em versão estendida na Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação:

Publicando e interligando acervos digitais na Web através das tecnologias de dados abertos interligados / Carlos Henrique Marcondes

A viabilidade da metodologia de Sara Shatford para a indexação de fotografias: o acervo fotográfico da escola de música da UFRN / Martina Luciana Souza Brizolara, Carla Beatriz Marques Felipe

Breves considerações sobre a relação paradoxal entre o prescrito e o necessário no âmbito da recuperação da informação a partir da elaboração de referências / Erika Alves dos Santos, Marcos Luiz Mucheroni

O Estado da Arte da produção científica em Catalogação nas regiões Norte e Nordeste / Mauricio Jose Morais Costa, Valdirene Pereira da Conceição

Processamentos técnicos nas xilogravuras do laboratório de ciência da informação e memória: relato de experiência / Cicera Soares da Silva, Maria Cleide Rodrigues Bernardino, Ariluci Goes Elliott

BIBFRAME: tendência para a representação bibliográfica na web / Felipe Augusto Arakaki, Luiz Felipe Galeffi, Rachel Cristina Vesu Alves, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos

Integrando catálogos entre bibliotecas, arquivos, museus e galerias de arte: perspectiva da Europeana e da DPLA / Felipe Augusto Arakaki, Ana Carolina Simionato, Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos

Receba os novos posts por e-mail

Modelo para políticas institucionais de catalogação

Políticas para representação descritiva: ponderações para discussão
MANLEY, Will. The truth about catalogers. Jefferson: McFarland & Company, 1995. Illustrations by Richard Lee. p. 44.

A Revista Biblioteconomia ACB publicou em seu volume 23, número 1, o artigo Proposta de um modelo para políticas institucionais de catalogação, de autoria de Priscilla Lüdtke Espíndola e Ana Maria Pereira.

Políticas Institucionais de Catalogação são diretrizes administrativas empregadas no processo de catalogação para auxiliar diferentes catalogadores a tomarem decisões análogas a questões semelhantes. Este trabalho possui como objetivo geral compreender a criação e utilização de Políticas Institucionais de Catalogação em Unidades de Informação. A metodologia empregada foi de caráter exploratório, com abordagem qualitativa, do tipo bibliográfica. Como resultados, identificaram-se onze requisitos indispensáveis para a elaboração de uma política institucional aplicada ao processo de catalogação, que proporcionaram o desenvolvimento de uma proposta de modelo de estrutura de Política Institucional de Catalogação para Unidades de Informação.

O artigo completo está disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/1400

Receba os novos posts por e-mail