Aplicações de metadados baseadas em FRBR e RDA em repositórios

A revista Transinformação, em seu v. 32, de setembro2020, publicou o artigo Aplicações de metadados baseadas em FRBR e RDA em repositórios institucionais digitais: uma revisão sistemática da literatura, de autoria de Natalia Gallo Cerrao e Fabiano Ferreira de Castro.

Em função das transformações tecnológicas no campo da Catalogação Descritiva, em especial no domínio bibliográfico, com o desenvolvimento de modelos conceituais, como os Functional Requirements for Bibliographic Records (Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos) e a proposta das orientações Resource Description and Access (Descrição de Recursos e Acesso) para a descrição de recursos, faz-se necessário compreender de que maneira essas iniciativas se relacionam com os repositórios institucionais digitais. O objetivo desta pesquisa foi o estudo dos Functional Requirements for Bibliographic Records e das Resource Description and Access estabelecidos no domínio bibliográfico, a fim de identificar o estado da arte sobre as tendências do domínio bibliográfico e a possibilidade de aplicá-los a repositórios institucionais digitais. O aporte teórico e metodológico da Revisão Sistemática da Literatura propiciou o mapeamento e a identificação de elementos-chave para responder à questão de pesquisa. Foram analisados vinte e cinco documentos na Revisão Sistemática da Literatura, o que pode ser considerado um índice relativamente baixo sobre a produção científica condizente à proposta de pesquisa e à necessidade de estudos mais aprofundados acerca do tema. Foram identificadas tecnologias computacionais, casos de uso e aplicações específicas em ambientes bibliográficos, acadêmicos e na Web. Sublinha-se que o estado da arte construído se apresenta como um ponto de partida para o desenvolvimento de ferramentas e de aplicações que aproximem o domínio bibliográfico dos repositórios institucionais digitais.

O artigo completo está disponível em: https://doi.org/10.1590/2318-0889202032e190080


Receba os novos posts por e-mail

Livro “Aplicação do RDA: exemplos práticos para teses e dissertações”

Livro Aplicação do Resource Description and Access (RDA): exemplos práticos para teses e dissertações, de Raquel Bernadete Machado.

Neste mês foi publicado pela editora Interciência o livro Aplicação do Resource Description and Access (RDA): exemplos práticos para teses e dissertações, de autoria de Raquel Bernadete Machado.

Publicada originalmente como dissertação no Mestrado Profissional em Gestão de Unidades de Informação, da Universidade do Estado de Santa Catarina, a presente obra enfoca questões práticas da Biblioteconomia. Este livro é oriundo da prática e do estudo da autora com atividades de catalogação. A ação de catalogar exige domínio dos padrões e das regras da catalogação para que o fazer bibliotecário seja de qualidade. O Resource Description and Access (RDA) é a nova diretriz para a catalogação desenvolvida para substituir o Código de Catalogação Anglo-Americano, segunda edição (AACR2) com a finalidade de melhorar a recuperação da informação. Desse modo, o propósito deste livro é apresentar por meio de exemplos como alguns tipos de registros bibliográficos serão modificados com os padrões do código RDA. O livro está estruturado em duas partes distintas. A primeira apresenta os principais conceitos que circundam o tema desta obra, ou seja, a diretriz RDA e suas origens. Para tanto, é traçado um breve histórico da catalogação, bem como os conceitos-chave, os instrumentos e os modelos conceituais que compõem a base teórica do RDA. A segunda parte mostra alguns exemplos práticos e explica a catalogação de teses e dissertações em RDA e como o novo padrão pode contribuir para atender algumas das tarefas dos usuários de catálogos.

Confira o sumário e outras informações sobre esta obra no site da editora.

O código RDA e a iniciativa BIBFRAME

O código RDA e a iniciativa BIBFRAME

A revista Em Questão publicou em seu volume 23, número 3, o artigo O código RDA e a iniciativa BIBFRAME: tendências da representação da informação no domínio bibliográfico, de autoria de Luciana Candida da Silva, José Eduardo Santarem Segundo, Zaira Regina Zafalon e Plácida Leopoldina Ventura Amorim da Costa Santos.

São apresentados o código de catalogação RDA e a iniciativa BIBFRAME à luz dos princípios gerais da catalogação. Para tanto, realizou-se uma pesquisa bibliográfica descritiva sobre os princípios gerais da catalogação, em que foram destacados os mais importantes teóricos e os principais fatos que influenciaram o desenvolvimento dos princípios da catalogação e do código RDA, bem como da iniciativa BIBFRAME. Descreve-se o código RDA a partir de sua proposta, características e desenvolvimento, sua utilização com o Formato MARC 21 e faz-se uma comparação entre os códigos RDA e AACR2r. Em seguida, a iniciativa BIBFRAME é descrita em seus dois segmentos: modelo e vocabulário. Por fim, acredita-se que as iniciativas RDA e BIBFRAME serão assumidas ao longo do tempo como base para a descrição de recursos no ambiente web.

O artigo completo está disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/69549

Receba os novos posts por e-mail

RDA nas bibliotecas da América Latina

A revista Palabra clave publicou em seu volume 6, número 2, um dossiê sobre a implantação do RDA em bibliotecas da Américana Latina. O dossiê reúne quatro artigos:

Introducción: retos de la implementación de RDA en las bibliotecas de América Latina, de Filiberto Felipe Martínez Arellano

Implementación de las RDA en Chile: pasado, presente y futuro, de Angela Quiroz Ubierna

Prueba piloto de implementación del estándar de catalogación RDA en Colombia, de Fabio Ernesto Tuso González

Implementación de las RDA en la Universidad Nacional Autónoma de México, de Filiberto Felipe Martínez Arellano, Evelia Santana Chavarría e Patricia de la Rosa Valgañon

Receba os novos posts por e-mail