RDA e modelos conceituais: questões de concurso

Nesta terça-feira, 17 de novembro, às 19h, ocorrerá a live RDA e modelos conceituais: resolução de questões, apresentada pela Ana Rafaela Araújo bibliotecária na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Além da Catalogação, a Rafaela fala também sobre Classificação, Indexação, Desenvolvimento de coleções e outros temas relacionados à Biblioteconomia, Ciência da Informação e concursos públicos em seu canal no YouTube e perfil no Instagram.

Palestras online do SophiA Biblioteca: o RDA híbrido

Dia 14 de outubro, às 10h, ocorrerá a 8ª palestra online do SophiA sobre o RDA, com Liliana Giusti Serra:

Na 8ª edição do Webinar RDA vamos abordar o RDA híbrido, com a adoção de algumas regras, porém sem sua total implementação. Este movimento pode ser compreendido como um avanço em direção ao uso do RDA, permitindo a capacitação da equipe, ajustes nos dados legados e estabelecimento de política descritiva local, contribuindo com a definição de estratégia para transição do AACR2 ao RDA.

Inscrições para a palestra podem ser feitas em: https://www.sophia.com.br/feiras-e-eventos/palestra-online-rda-8

Confira o que foi abordado nas palestras anteriores:

RDA 1: O que é? O que muda? Como ficamos?


RDA 2: Descrição de suportes (33X)


RDA 3: Imprenta (264)


RDA 4: Adeus et al!


RDA 5: Eu já posso catalogar em RDA e não sabia!: RDA no SophiA Biblioteca:


RDA 6: Autoridades e o RDA


RDA 7: Relacionamento entre entidades


Receba os novos posts por e-mail

Aplicações de metadados baseadas em FRBR e RDA em repositórios

A revista Transinformação, em seu v. 32, de setembro2020, publicou o artigo Aplicações de metadados baseadas em FRBR e RDA em repositórios institucionais digitais: uma revisão sistemática da literatura, de autoria de Natalia Gallo Cerrao e Fabiano Ferreira de Castro.

Em função das transformações tecnológicas no campo da Catalogação Descritiva, em especial no domínio bibliográfico, com o desenvolvimento de modelos conceituais, como os Functional Requirements for Bibliographic Records (Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos) e a proposta das orientações Resource Description and Access (Descrição de Recursos e Acesso) para a descrição de recursos, faz-se necessário compreender de que maneira essas iniciativas se relacionam com os repositórios institucionais digitais. O objetivo desta pesquisa foi o estudo dos Functional Requirements for Bibliographic Records e das Resource Description and Access estabelecidos no domínio bibliográfico, a fim de identificar o estado da arte sobre as tendências do domínio bibliográfico e a possibilidade de aplicá-los a repositórios institucionais digitais. O aporte teórico e metodológico da Revisão Sistemática da Literatura propiciou o mapeamento e a identificação de elementos-chave para responder à questão de pesquisa. Foram analisados vinte e cinco documentos na Revisão Sistemática da Literatura, o que pode ser considerado um índice relativamente baixo sobre a produção científica condizente à proposta de pesquisa e à necessidade de estudos mais aprofundados acerca do tema. Foram identificadas tecnologias computacionais, casos de uso e aplicações específicas em ambientes bibliográficos, acadêmicos e na Web. Sublinha-se que o estado da arte construído se apresenta como um ponto de partida para o desenvolvimento de ferramentas e de aplicações que aproximem o domínio bibliográfico dos repositórios institucionais digitais.

O artigo completo está disponível em: https://doi.org/10.1590/2318-0889202032e190080


Receba os novos posts por e-mail

Livro “Aplicação do RDA: exemplos práticos para teses e dissertações”

Livro Aplicação do Resource Description and Access (RDA): exemplos práticos para teses e dissertações, de Raquel Bernadete Machado.

Neste mês foi publicado pela editora Interciência o livro Aplicação do Resource Description and Access (RDA): exemplos práticos para teses e dissertações, de autoria de Raquel Bernadete Machado.

Publicada originalmente como dissertação no Mestrado Profissional em Gestão de Unidades de Informação, da Universidade do Estado de Santa Catarina, a presente obra enfoca questões práticas da Biblioteconomia. Este livro é oriundo da prática e do estudo da autora com atividades de catalogação. A ação de catalogar exige domínio dos padrões e das regras da catalogação para que o fazer bibliotecário seja de qualidade. O Resource Description and Access (RDA) é a nova diretriz para a catalogação desenvolvida para substituir o Código de Catalogação Anglo-Americano, segunda edição (AACR2) com a finalidade de melhorar a recuperação da informação. Desse modo, o propósito deste livro é apresentar por meio de exemplos como alguns tipos de registros bibliográficos serão modificados com os padrões do código RDA. O livro está estruturado em duas partes distintas. A primeira apresenta os principais conceitos que circundam o tema desta obra, ou seja, a diretriz RDA e suas origens. Para tanto, é traçado um breve histórico da catalogação, bem como os conceitos-chave, os instrumentos e os modelos conceituais que compõem a base teórica do RDA. A segunda parte mostra alguns exemplos práticos e explica a catalogação de teses e dissertações em RDA e como o novo padrão pode contribuir para atender algumas das tarefas dos usuários de catálogos.

Confira o sumário e outras informações sobre esta obra no site da editora.