Dos silos de dados à Web dos dados: bibliotecas e o linked data

A revista Informação & Informação trouxe em seu v. 26, n. 2, o artigo Dos silos de dados à Web dos dados: bibliotecas e o linked data, de autoria de Liliana Giusti Serra e José Eduardo Santarém Segundo.

Objetivo: mostrar como os catálogos atualmente são opacos, sem elementos semânticos, e como podem ser enriquecidos com datasets presentes na Web para que passem a ser semânticos e proporcionem outras possibilidades de descoberta aos usuários. Metodologia: foi utilizada a técnica de análise conceitual, buscando constatar a partir de estudos o quanto o catálogo é de fato um silo de dados e como esta situação pode ser alterada por meio do linked data. Resultados: por meio de exemplos de registros bibliográficos foi possível incluir relacionamentos entre os dados presentes no catálogo, assim como de páginas da Web, proporcionando contexto aos usuários e enriquecendo as informações recuperadas em pesquisas realizadas no catálogo. Conclusões: os catálogos das bibliotecas podem ser fontes confiáveis de dados e contribuir com a Web dos dados, além de proporcionarem mais possibilidades de descobertas aos usuários.

O artigo está disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/41603

Aproveite para (re)assistir à webinar Dos silos de informação à Web dos dados, que a Liliana participou em 2020 no Canal da FEBAB no YouTube:


Receba os novos posts por e-mail

Fabrício Assumpção

Bibliotecário na BU/UFSC. Bacharel em Biblioteconomia, mestre e doutor em Ciência da Informação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.