RDA em 10 posts: #7 Indique os relacionamentos entre a obra, a expressão, a manifestação e o item

RDA em 10 posts! #7 Indique os relacionamentos entre a obra, a expressão, a manifestação e o item

Agora que as quatro entidades presentes no recurso (obra, expressão, manifestação e item) foram descritas, é necessário indicar os relacionamentos existentes entre elas. Essa indicação utiliza-se dos pontos de acesso autorizados e dos identificadores.

Pontos de acesso autorizados

De modo geral, o Ponto de acesso autorizado para uma obra (RDA 6.27.1) é o ponto de acesso autorizado de seu criador mais o Título preferido para a obra (RDA 6.2.2), por exemplo: Tolkien, J. R. R. The Silmarillion.

Já o Ponto de acesso autorizado para uma expressão (RDA 6.27.3) é formado pelo ponto de acesso autorizado para a obra e o Tipo de conteúdo (RDA 6.9), a Data da expressão (RDA 6.10), o Idioma da expressão (RDA 6.11) ou qualquer outra característica que possa ser utilizada para distinguir a expressão de outras expressões da mesma obra. Um exemplo de ponto de acesso para a expressão é: Tolkien, J. R. R. The Silmarillion. Português.

Identificadores

A manifestação e o item não possuem pontos de acesso, mas sim identificadores. O Identificador para a manifestação (RDA 2.15) pode ser, por exemplo, seu ISBN. O Identificador para o item (RDA 2.19) pode ser seu número de registro/tombo.

As obras e as expressões também podem ter identificadores. VIAF ID: 183065413, por exemplo, é o identificador para a obra The Silmarillion.

Os pontos de acesso autorizados e os identificadores das quatro entidades são reunidos. Essa reunião ocorre de acordo com as instruções dadas no capítulo 17, Diretrizes gerais para o registro dos relacionamentos primários, e tem por objetivo indicar os relacionamentos entre as quatro entidades de modo que seja possível navegar por entre elas: da obra para a expressão, da expressão para a manifestação, etc.

Em um catálogo contendo registros isolados para cada uma dessas entidades, as instruções dadas no capítulo 17 permitiriam a vinculação desses registros. No entanto, dadas as possibilidades oferecidas pelas tecnologias de informática, essa vinculação poderia ocorrer de forma automática durante o processo de catalogação.

Referências

Brenndorfer, Thomas. RDA in 10 easy steps (for cataloguing a book). [S.l.]: RDACAKE, 2011.

Autor: Fabrício Assumpção

Bacharel em Biblioteconomia. Doutorando em Ciência da Informação na UNESP.

1 pensamento em “RDA em 10 posts: #7 Indique os relacionamentos entre a obra, a expressão, a manifestação e o item”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *